nome

Setup do meu trabalho

Publicado em 21 de dezembro de 2018
Autor: Mateus Ávila Isidoro

O meu ambiente de trabalho é um orgulho particular. Ter um ambiente que seja confortável, espaçoso, com uma boa configuração ajuda bastante na produtividade e na qualidade do trabalho.

Uma foto do meu ambiente de trabalho.

Eu trabalho remotamente para a Café das 4 e faço uns freelas fora do horário de expediente, logo fico muitas horas na frente do computador.

Espaço físico

Tive a sorte de alugar uma casa em Blumenau, aonde moro, com um quarto exclusivo para trabalhar. Tenho uma mesa em L, que comprei de um móveis usados. Nela coube 2 telas, impressora, luminária, caixa de som, modem da NET e um telefone.

Para suportar o calor de Blumenau (também conhecida como Blumenhell), instalei um ar-condicionado bem velhusco e barulhento, mas mantém o ambiente na temperatura ideal.

Tenho uma boa cadeira de trabalho, comprado nos móveis usados. Já tive uma cadeira gamer antes, mas desfiz por falta de espaço quando morava em Bento Gonçalves. Prefiro a atual, que é bem confortável.

Embaixo da tela principal, tem algumas pequenas decorações que guardo com carinho: um quartzo de Dom Pedrito, lembrando dos meus tempos de Geografia (me formei em 2006 na UFSC); uma xícara da Café das 4, com grãos de café dentro; uma galinha pretinha que comprei em Porto de Galinhas; uma concha que veio de lá também; e um mimo de Natal, um Pantera Negra. Estas decorações são ótimas para dar uma vida no meu ambiente de trabalho.

Hardware

Eu trabalho num AMD FX-8150, de oito núcleos, numa placa mãe Gigabyte 970A-D3. Comprei ele a uns 3 anos atrás de um desenvolvedor de vídeos, que tinha feito uma compra melhor. Este PC deve ter no total uns 7 anos de vida. Ele veio com 32GB de RAM, uma placa de vídeo NVIDIA Geforce GT 640 2gb e 2 HDs de 500 GB. Aos poucos, fiz alguns upgrades importantes para que ele ficasse mais ágil, tais como:

  • SSD de 500GB
  • Troca do cooler oficial do processador por um melhor.
  • Troca da placa de vídeo por uma NVIDIA 1050 TI de 4Gb
  • Gabinete maior e mais espaçoso.

Como é uma máquina de trabalho apenas, ela supre todas as minhas necessidades. Pela foto, dá pra ver que uso 2 telas para trabalho. Alguns colegas comentaram que o ideal seria uma tela curva, mas o orçamento está apertado e eu preferi ter uma tela principal e outra secundária. Na foto, eu programo usando a tela maior e a tela menor aparece as atualizações via livereload.

O teclado eu usei por muito tempo um da Microsoft wireless, mas percebi que ele tinha resposta mais lento. Troquei por um teclado da Corsair, o K55 RGB, com botões extras no canto esquerdo. Esta troca foi muito vantajosa em relação ao tempo de resposta, e um dos botões extras configurei para ele iniciar o capturador de tela do Windows. O iCUE é um programa sensacional para gerar funções para as teclas extras. Esta compra valeu cada centavo, mesmo não sendo um teclado mecânico.

Comprei um mouse da OEX, que estava barato e ele era com fio. Tempo de resposta muito bom. Não ligo muito para a questão de cores ou se é para o mercado gamer.

Um investimento que eu faço é um bom plano de internet. Eu tenho um plano da NET com 120 mega. Utilizo a internet cabeada para o meu PC, pois a perda dos pacotes de conexão é menor, e o ping é razoável. Não é uma conexão de cabo de fibra ótica, mas dá pro gasto.

Software

Por ainda ter que usar o photoshop no meu trabalho, eu tenho que manter uma máquina com o Windows 10 original. Espero que no futuro, com a adoção maciça do Figma, Zeplin ou de outros programas para produção de layouts, eu consiga migrar para Linux.

Para programar, eu tentei me adaptar ao VS-Code, mas o Sublime Text 3 é o editor preferido. Utilizo muitos snippets configurados, e geralmente trabalho com 2 abas, sendo a aba da esquerda HTML/PHP, e a da direita STYLUS/JS.

Para fazer edições pontuais de imagens, utilizo o Fireworks, que é o meu editor favorito – mesmo descontinuado. Eu geralmente faço pequenas alterações bem pontuais nas imagens.

WordPress num lado, stylus no outro. Sempre em 2 abas.

Eu desenvolvo em WordPress, e para isso utilizo o XAMPP como servidor local. Tenho também node instalado na minha máquina, mas utilizo ele para gerar o gulp.

No terminal, utilizo o git bash e o cmd do windows. Eu faço pouco uso do terminal, basicamente para digitar gulp e gulp prod.

Meu browser que utilizo para programar é o Firefox, pois estou mais acostumado com as Ferramentas do Firefox para desenvolvedores. Faço testes no Chrome, e as vezes no Edge, quando o cliente solicita. Assumo aqui que não dou bola para o Edge no meu dia a dia, entretanto fiquei preocupado com a recente troca de engine.

Para conversar com os amigos desenvolvedores, clientes e colegas de trabalho, utilizo o Slack, o Discord e o Whatsapp. Geralmente a partir das 10 da manhã ligo a minha máquina, e num dia normal, desligo ela lá pelas 21 horas, se não tem freelas, e as 3 da manhã quando fico cheio de trabalho. Para ler meus e-mails, eu tenho uma conta no Gmail configurada para o domínio mateusavila.com.br.

Por que uma boa máquina importa?

Acho que esta pergunta é importante pois a qualidade do trabalho passa por uma máquina de qualidade. Ao menos 2 vezes por semana, eu tenho que baixar pacotes npm para projetos que trabalho, e ter uma internet ruim ou um computador lento impede de fazer outras tarefas e de ser produtivo.

Ter uma boa máquina para trabalhar remoto é fundamental. A empresa que eu trabalho fica no Rio de Janeiro, se eu não tiver uma boa conexão, a comunicação fica ruim, e certamente meu emprego fica em risco. Este é um grande desafio do trabalho remoto: estar presente.

Se fosse elencar uma lista de itens que considero fundamental para um bom computador, indicaria primeiramente a compra de SSD e de memórias RAM para um primeiro momento. Para desenvolvedor front-end, espaço físico não é uma questão importante, pois os projetos que costumo trabalhar em em média 5Mb.

Lembrando que a máquina não faz o desenvolvedor: conheço bons desenvolvedores que tem computadores bem antigos e rodam eles no limite e outros que tem verdadeiras naves espaciais. O que precisamos estar cientes que um bom computador é um investimento, e não um custo.